Nota: as instruções abaixo servem tanto para Booking.com ou Airbnb

Pode haver várias formas de relacionamento e acordos entre gestor e proprietário que afetam os procedimentos. A resposta abaixo serve para a situação mais comum , na qual:


1) Proprietário (vale para inquilino ou outra relação)  é titular da exploração e contrata o gestor para prestar serviços que incluem a promoção e gestão das reservas feitas nos portais. Gestor assume os custos da comissão (ou não) e a relação com o portal.

2) Gestor faz o contrato com o portal e insere o anuncio da propriedade e passa a receber as reservas em nome do proprietário e na maioria das vezes também recebe os valores envolvidos para depois repassar ao proprietário nos acertos de conta mensais.


Nesta situação , o procedimento comum é :

  • a reserva deve sempre ser faturada ao hóspede pelo titular da alojamento (quem consta no registo deste AL) , que normalmente é um proprietário . Naturalmente o gestor deverá transmitir ao titular/proprietário os dados da reserva para que este possa emitir as faturas dentro do prazo.
  • a fatura de alojamento a ser emitida ao cliente final deve ser feita pelo valor total da reserva, ou seja, não se deve descontar a comissão que será um custo de quem recebe a fatura.
  • se o contrato é com o gestor, o portal irá faturar a comissão ao gestor .

  • o gestor , no seu fecho periódico com o titular/proprietário, irá , de acordo com os detalhes do seu acordo, repassar o saldo devido ao proprietário e enviar a sua fatura de serviços de gestão.
  • A forma como o custo da comissão do portal entra no fecho entre gestor e proprietário depende do acordo.

Nota: há casos em que apesar de haver um gestor a cuidar de todo o processo de reserva no portal, por acordo entre ambos, o contrato com  portal é feito diretamente entre o portal e o proprietário/titular. Nestes casos, a faturação ao hóspede nunca muda. É sempre feita pelo titular.  Mas, neste caso, o portal irá emitir a fatura da comissão em nome do titular/proprietário.


Resumo:   quem fatura ao hóspede é sempre quem é o titular do alojamento e pelo valor total da reserva (sem descontar a comissão) e nunca o gestor.